Original Article URL: http://sobremotos.solupress.com/sobremotos/news/articles/article1944.asp


Uma Esportiva de Somente 50 Cilindradas: Yamaha TZR 50

By Equipe Sobre Motos, Clique no nome do autor ao lado para comentar.

Friday, 9 January, 2009


Uma moto esportiva de somente 50 cilindradas pode ser esportiva? Na Europa, a Yamaha pensa que sim e oferece a TZR 50, uma grande pequena moto.

A Yamaha apresenta a TZR 50 como sendo ideal para quem quer dar o primeiro passo no mundo das motos esportivas. Com rodas de 17'' em liga leve, ótica frontal tipo "foxeye", freios à disco na dianteira e traseira de 280mm e 220mm, sistema de escape desportivo e carenagem totalmente aerodinâmica, a TZR 50 não deixa ninguém indiferente ao vê-la.

A TZR 50 tem motor de 2 tempos com refirgeração à água, partida elétrica, câmbio de 6 velocidades e tanque de combustível com capacidade para 13,8 litros. Visualmente, a TZR 50 parece ser uma moto de maior cilindrada, o grau de acabamento é digno do tradicional primor da Yamaha. Esta impressão é confirmada por suas medidas, a TZR 50 não é pequena, tem comprimento de 2202 mm, largura de 689 mm e altura do assento ao solo de 815 mm.

O painel de instrumentos tem conta-giros analógico e display digital com informações completas e é bastante leve para se conduzir, pesando apenas 114 Kg (seco).

A TZR 50 é mais um exemplo de que as fábricas brasileiras deveriam fazer melhor uso do que já dispõem no exterior e aplicar por aqui. Se é certo que o mercado brasileiro é dominado por motos de baixa cilindrada, então é muito provável que uma maior gama de opções de motos até 250 cilindradas poderia criar segmentações bastante lucrativas, pois se todas as fábricas venderem o mesmo tipo de moto "básica", então restará para o consumidor escolher somente pelo critério preço, ou seja, se são todas quase iguais, o caminho é comprar a mais barata, e numa disputa destas será muito difícil superar as motos de origem chinesa.

Motos de baixa cilindrada de qualidade e estilo avançado, um segmento pouco explorado no Brasil, mas bem desejado pelos consumidores.

Fotos: Divulgação