Terça, 21 Outubro 2014  
 Home
 Quem Somos
 Contrate Nossos Serviços
 Manchete do Dia
 Verão 2014 Sobre Motos
 Feira de Colônia 2014
 Feira de Colônia 2014 P2
 Feira de Colônia 2014 P3
 Feira de Colônia 2014 P4
 Feira de Colônia 2014 P5
 TV "Sobre Motos"
 Sala Bate Papo Sobre Motos
 Concursos e Promoções
 Coberturas Especiais
 "SobreMotos"
 Instituto SobreMotos
 Revista Sobre Motos
 Lançamentos Especiais
 Motos
 Motos Custom e Chopper
 Motos Off-road e Dual
 Scooters & CUBs
 Eventos, Feiras e Salões
 Moto GP
 Superbike
 Motocross, Super e Minicross
 Motovelocidade
 Enduro Cross e Country
 Veloterra - Velocross
 Supermoto
 Arrancadão
 Moto Testes
 Revendas e Serviços
 Notícias Internacionais
 Notícias Internacionais 1
 Moto Turismo
 Encontros
 Moto Grupos
 Entrevistas Exclusivas
 Pessoas
 Confraria das Mulheres
 Belas e Belos das Motos
 "Buzina" dos Leitores
 Mercado Motociclístico
 Cursos e Dias de Pista
 Roupas e Acessórios
 Dicas e Matérias Técnicas
 Segurança e Legislação
 Livros,Games,Músicas,Filmes
 Pontos de Encontro
 Viagens, Aventuras e Trilhas
 Resultados de Enquetes
 Motos Curiosas e Diferentes
 Triciclos, Quadriciclos e Jets
 Motos Clássicas
 Bicicletas e e-Bikes
 Agenda do RS
 Agenda de SC
 Agenda Nacional
 Galerias de Fotos
 Perguntas dos Leitores
 Campanhas e Ações Sociais
 Ofertas Especiais
 Classificados de Acessórios
 Vídeos Interessantes
 Fale Conosco
 Cadastro Moto Grupos
 RSS Feeds
 Wireless Access






E N Q U E T E


O Senado aprovou projeto que obrigará o uso de colete airbag e outros itens de proteção para motociclistas, o que você acha disso?

Acho que os motociclistas devem mesmo trajar colete airbag e outros equipamentos de proteção

Acho que apenas o capacete já é suficiente

Acho que, além do capacete, apenas luvas deveriam também ser obrigatórias

Deveriam ser obrigatórios apenas: Capacetes, luvas e botas

Deveriam ser obrigatórios apenas: Capacetes, luvas, botas e calças especiais

Deveriam ser obrigatórios: Capacetes, luvas, botas, calças e jaquetas especiais




OS 10 ARTIGOS MAIS LIDOS EM JULHO/2014

* Clique no título do artigo para acesso rápido

01) Conhecendo o Sistema Elétrico da Moto - Parte 1

02) Primeira mão! Honda revela a nova CB 300F para o mundo

03) É necessário emplacar uma "cinquentinha"? Precisa ter habilitação?

04) Escape Esportivo Aumenta a Velocidade Final?

05) Yamaha anuncia a versão 2.0 da FZ e FZ-S

06) Nova Cinquentinha da Shineray já está nas Lojas

07) O que ninguém ensina: Momento ideal de troca de marcha

08) Primeira mão! Honda surpreende e lança a nova CB 250F no Japão

09) Suzuki prepara o lançamento da nova GSR 1000 2015

10) Bomba ! Quanto custa importar uma moto?


 
Dicas e Matérias Técnicas
 Printer-Friendly VersionPrinter-Friendly Version
Conhecendo o Sistema Elétrico da Moto - Parte 1

 Imagens Imagens
Saiba quais são os componentes do sistema elétrico de uma moto e suas funções básicas.
Saiba quais são os componentes do sistema elétrico de uma moto e suas funções básicas.

 On the Web On the Web

By Gepeto, Clique no nome do autor ao lado para comentar.

Terça, 24 Junho 2008

Colaborando com a seção de “Dicas e Matérias Técnicas” desta revista eletrônica, e de certa forma, detalhando um pouco mais nossa matéria anterior “Cuidados na Instalação de Acessórios Elétricos”, a seguir falaremos um pouco sobre o sistema elétrico de um veículo automotivo, enriquecendo um pouco mais seu conhecimento.

O sistema elétrico de um veículo é composto pelos seguintes itens, e em duas partes:

1ª PARTE  – MANUTENÇÃO DA CARGA DA BATERIA
      1 – Gerador de tensão
      2 - Retificador/regulador
      3 - Fiação ou “chicote”
      4 - Bateria

2ª PARTE – IGNIÇÃO (FAISCA)
1 -  Gerador de pulsos
2 – C.D.I.
3 - Bobina
4 – Cabo de Vela
5 – Vela

3ª PARTE – ACESSÓRIOS (originais).

Publicaremos o tema em duas edições distintas, visando um melhor entendimento e memorização. Portanto, tentaremos explanar o funcionamento resumido de cada parte que compõe o sistema, item a item.

1ª PARTE – MANUTENÇÃO DA CARGA DA BATERIA

1 – GERADOR DE TENSÃO – Trata-se de um componente que, acoplado mecanicamente ao eixo do virabrequim, com o giro do motor, tem como função,  produzir energia elétrica,  para manter o carregamento de carga da bateria. Normalmente gera corrente alternada, trifásica e de tensão aproximada entre 80 e 120 volts, dependendo de cada moto;

2 – RETIFICADOR/REGULADOR – Trata-se de um componente, normalmente em peça única, cuja função é transformar a corrente alternada (C.A.) produzida pelo gerador, em corrente contínua (C.C.) que em seguida, transfere ao circuito regulador para fornecer uma tensão (voltagem), limitada em até 14 volts aproximadamente, ligado diretamente à bateria, com a principal e única responsabilidade de mante-la (a bateria),  em constante carga, durante o funcionamento do motor;

3 – FIAÇÃO OU “CHICOTE” – É um conjunto de vários fios, cuja finalidade é a de distribuir energia elétrica, a partir da bateria, entre todos os componentes do veículo (motor de partida, faróis, lanternas, etc., passando ainda, por botões de acionamento, sensores e para os comandos devidos;

4 – BATERIA – Resumidamente, trata-se de uma fonte de energia , sendo a principal e única responsável pela alimentação de todo o sistema  elétrico do veículo, tendo entretanto suas características de dimensionamento físico e elétrico projetadas exclusivamente para cada veículo. Daí a importância de se entender o porquê dos cuidados a serem tomados quanto da instalação de equipamentos adicionais (faróis auxiliares, lâmpadas de maior potência), causando dessa forma, uma sobre carga à “coitadinha”.

Enfatizamos que, independentemente da correta instalação de equipamentos elétricos adicionais (conforme matéria publicada em edição anterior), toda potência necessária, tanto para alimentar o sistema elétrico do veículo, como para alimentar equipamentos adicionais instalados, terá como ÚNICA FONTE de energia, a BATERIA.

Convém jamais esquecer que a bateria existente no veículo foi dimensionada com pouca tolerância de reserva de potência para alimentar o sistema elétrico original do veículo, contemplando somente os equipamentos originais de fábrica. O maior problema para se superdimensionar uma bateria, está em sua dimensão física, ou seja, quanto maior a capacidade, maior será seu tamanho e conseqüentemente necessitaria de maior espaço para acondicioná-la.


Em breve, publicaremos a continuação deste primeiro artigo. Continuem acompanhando.


GEPETO'S MOTORCYCLES - São Paulo (SP)
Roberto Ruggero (GEPETO)


CONSIDERAÇÕES FINAIS: Essa matéria, publicada em 2 (duas) edições, tem como único objetivo, esclarecer e até orientar os leitores, de uma forma geral sobre o assunto em questão, utilizando portanto um vocabulário simples, para uma melhor compreensão, especialmente aos totalmente leigos.

Foto: Divulgação




Sobremotos Express

4º Cyclesul - Encontro Sul Americano de Motociclismo

Ducati Porto Alegre

Natusfera

Mototech

Lockwell

GGF Assist Técnica Multimarcas

Cadastre-se em

"SOBRE MOTOS"


Saiba antes tudo sobre motos !

Cadastre seu email:

   
News Website
By Solupress


Agência de conteúdo SobreMotos F: (51) 3061.4030 ou (48) 3371.7234

Termos de Serviço | Políticas de Privacidade | Contate-nos
Wireless Access  Wireless Access

RSS Feeds  RSS Feeds